PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Três conselhos para a hora de escolher sua bike

ECOA

09/12/2019 04h00

Quem me conhece sabe. Não podem me dar meia oportunidade que eu já entro no modo verborrágica vociferando sobre as maravilhas do estilo de vida ciclista. Já começo a fazer indicações sobre onde as pessoas se reúnem para pedalar, horários, locais. Eu acredito que quanto menos intimidante for um espaço novo, mais fácil fica de acontecer um envolvimento real e intenso. Pedalar é uma atividade física que exige, para além do seu corpo, uma ferramenta, que é a bicicleta. Parece simples, mas bicicleta não é tudo igual, e isso pode confundir a cabeça de quem está começando. São tantas opções que realmente fica difícil entender qual é a bicicleta correta para a sua vida, sua rotina, suas intenções etc. Por isso, resolvi compilar em três dicas simples o básico que precisa ser analisado no momento da sua escolha.

  • Leve em consideração a sua altura no momento da compra: esta é uma dica muito importante. Pedalar uma bicicleta menor ou maior do que a indicada para o seu tamanho pode trazer muitas consequências, como dores e também desequilíbrio. Existem tabelas com as medidas na internet caso você queira ter essa informação mais rapidamente. Porém, o mais indicado mesmo é procurar um profissional que faça bike fit. O bike fit é o processo de colher as medidas do ciclista e calibrar as distâncias da bike para se adequar melhor ao corpo, potencializando a eficácia da pedalada. Morre uma grana pra fazer bike fit, então não é algo que eu considere super acessível. No momento de compra da minha própria bike eu apenas sinalizei a minha altura e torci pra dar tudo certo, e parece que deu.
  • Reflita com bastante transparência se você tem na cabeça o uso que você vai dar para a sua bicicleta: você pretende usar para se locomover diariamente ou só aos finais de semana? Você pretende fazer trilhas ou é para uso urbano? Sua intenção é fazer pedaladas longas ou para quebrar um galho e aumentar a velocidade nas distâncias curtas? Todas estas questões fazem diferença na hora de escolher uma bicicleta.
  • Estude as diferentes modalidades de bicicleta: bicicleta não é tudo igual, e escolher a bicicleta adequada para o uso que você vai dar a ela é fundamental. MTB (Mountain Bike) é uma bicicleta bastante confortável e conta com suspensão e marchas, porém é uma bicicleta pesada e com uma manutenção mais complexa, por ter muitos componentes. Também existem bicicletas single speed (sem marchas) que podem ser usadas de duas formas: pinhão solto ou fixo. São bicicletas bastante leves e práticas em contexto de cidade. Contudo, não possuem a ajuda das marchas para subir ladeiras, contando exclusivamente com a força que a pessoa vai desenvolvendo ao pedalar uma bicicleta deste gênero.

Depois de dar atenção para estes três pontos, dê uma pesquisada geral, fale com algumas pessoas que você conhece que pedalam e também veja alguns vídeos sobre os temas. Depois, é só correr pro abraço. Ops, pro pedal!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Sobre a Autora

Milo Araújo é designer e diretora de arte, pedaleira, caminhadeira e agora escrevedeira. Aprendeu a andar de bike sem as mãos recentemente.

Sobre o Blog

O pedal da Milo entra em ação, de olho na mobilidade urbana. Aqui se fala sobre formas de transitar, ocupar e viver as cidades.

Milo Araújo